DICO FILTRO - COMERCIO DE EQUIPAMENTO DE CLIMATIZAÇÃO E AFINS, LDA
R. Afonso Cordeiro 80 4450-001 Matosinhos, Portugal
229 385 139 229 385 140 geral@dicofiltro.pt dicofiltro 336180463
Fernando Costa, Pascoal Dias
27-08-1999
Matosinhos
https://dicofiltro.com/uploads/seo/big_1473762697_5229_logo-dicofiltro.png
10 2
504647377

Produtos

Informações ISO16890 em 3 minutos

Informações ISO16890  em 3 minutos

ISO16890  em 3 minutos

O nosso artigo fornece todas as informações fundamentais sobre a nova norma de classificação de filtros ISO16890  e leva apenas três minutos a ler.


Conheça os principais factos sobre a nova norma de filtragem de ar.
 
No início de 2017, entrou em vigor uma nova norma para o teste e classificação de filtros de ar AVAC. Os fabricantes tiveram até 31 de Junho de 2018 para se adaptarem às novas exigências.
A ISO16890  vem resolver muitas das preocupações em torno da norma EN 779 de saída e tem como objectivo fornecer uma visão mais precisa do que nunca sobre o desempenho de um filtro no mundo real.
A MANN+HUMMEL VOKES AIR FILTER está envolvida no desenvolvimento da ISO16890  desde o início. Então aqui está uma breve visão geral do que esperar.


Qual é o novo padrão?

A ISO16890  fornece um processo padronizado para classificar os filtros de ar usados na ventilação geral, em outras palavras, é um novo método para agrupar filtros de HVAC dependendo do seu desempenho.



O que há de errado com a EN 779?

A EN779 fez muito para melhorar os padrões de qualidade em toda a indústria e forneceu um método uniforme para a selecção de filtros. Mas nosso conhecimento e compreensão do ar ao nosso redor cresceu enormemente nos 20 anos desde o seu lançamento, e as suas limitações agora são óbvias.
A principal dessas limitações é o facto de que a EN 779 testa somente o desempenho de um filtro contra um tamanho de partícula: 0,4 µm. As partículas em suspensão (PM) não são uniformes em tamanho ou forma, portanto, expor um filtro a um só tamanho de partícula em teste não reflecte as condições que ele enfrentará quando estiver em operação.


Como a ISO16890  é diferente da EN 779?

Comparação do tamanho da particula

A nova norma ISO16890  difere porque, se concentra na capacidade de um filtro para capturar partículas de diferentes tamanhos na zona de perigo ( onde as partículas são muito pequenas para que as defesas internas dos nossos organismos nos consigam proteger).
Ao testar de acordo com a ISO16890 o filtro é exposto a partículas de 0,3 µm até 10 µm. Isto significa que os filtros são testados em condições muito mais parecidas à vida real, fazendo com que se obtenha um produto capaz de realizar o que esperamos dele.
 

Quais são os novos grupos de filtros da ISO16890?

Com base nestes testes, os filtros são classificados de acordo com a sua eficiência na captura de PM10, PM2.5 e PM1. ou seja, as partículas em suspensão com um diâmetro inferior a 10 microns, a 2,5 microns e 1 micron, respectivamente.
Estes tamanhos de partícula são a base para os quatro grupos ISO16890: ePM1, ePM2.5, ePM10 e Coarse. "e" no nome do grupo significa simplesmente “eficiência” e o número refere-se ao tamanho da PM. Para se qualificar em cada grupo, um filtro deve ter 50% de eficiência nesse tamanho de PM. Assim, um filtro classificado como ePM1 capturou pelo menos metade do contaminante PM1 a que foi submetido no teste. Os filtros que alcançam uma eficiência menor que 50% com o PM10 entram no grupo “Coarse” (pó grosso).
 
Eficiência dos grupos de filtros ISO16890
 Coarse (pó Grosso)  < 50% de PM10
 ePM10   ≥ 50% de PM10
 ePM2.5  ≥ 50% de PM2.5
 ePM1  ≥ 50% de PM1

Uma vez testados, os filtros recebem uma classificação de eficiência que é arredondada para os 5% mais próximos. Verá filtros descritos como ePM10 70% e ePM2.5 95%, por exemplo, isto significa simplesmente que o primeiro filtro é 70% eficiente em PM10 e o segundo produto é 95% eficiente em PM2.5.


Quando será lançada a ISO16890?

A ISO16890 foi lançada no início de 2017, mas a maioria dos países tem um período de transição de 18 meses, em que a EN 779 continuará sendo válida ao lado da nova norma, isto é para dar aos utilizadores finais, distribuidores e fabricantes, tempo para se adaptarem ao novo sistema.


Ainda posso comprar um F7?

Uma vez terminados os períodos de transição, não poderá. Os fabricantes passarão a fornecer pela nova classificação. A ISO16890  usa um método de agrupamento diferente para as classes G e F com as quais estamos familiarizados sob a EN 779. Uma comparação directa entre as classes de filtro antigas e os novos grupos não é directa, pois a EN 779 examina uma fracção dos dados de desempenho que a ISO16890 faz. Fazer conversões semelhantes também ignora muitos dos benefícios trazidos pela ISO16890.


A ISO16890 substitui todos as outras normas de classificação de filtros de ar?

Não, não é bem assim. A ISO16890 é apenas para aplicações gerais de ventilação, portanto os filtros de maior eficiência classificados de acordo com a norma EN 1822 - como os filtros EPA, HEPA e ULPA - não são afectados pelo novo padrão.
Da mesma forma, a norma ISO16890 actualmente afecta apenas os países que adoptam a norma EN 779, portanto, em regiões que utilizam outros programas, como a Sociedade Americana de Engenheiros de Aquecimento, Refrigeração e Ar Condicionado (ASHRAE pela sua sigla em inglês), no momento não haverá mudança.
As discussões para introduzir a ISO16890 para esses mercados estão em andamento, com o objectivo de criar um padrão verdadeiramente global.


Para saber mais sobre a ISO16890 e o que isso vai implicar na sua actividade, visite o site da ISO ou coloque-nos a sua questão que procuraremos ajudar.

EM DESTAQUE